• Kelly Possebon

Investidor Global - 29/7/20 - Kodak dispara 570%


Os investidores se voltaram para Washington na quarta-feira, onde o Federal Reserve fez sua última declaração de política e onde os chefes da Big Tech se reuniram para enfrentar o Congresso em uma histórica audiência antitruste.


O Banco Central dos EUA afirmou que manteria as taxas de juros próximas a zero para apoiar a economia, embora o presidente do Fed, Jerome Powell, tenha reconhecido que "o ritmo da recuperação parece ter diminuído desde meados de junho".


Os principais índices terminaram em alta, com o Dow subindo 0,6%, para 26.539, o S&P 500, 1,2%, para 3.258, e o Nasdaq, com as pesadas da tecnologia, fechando em 1,4%, para 10.542.


A história que chamou mais atenção, no entanto, foi o foguete Kodak.

As ações da KODK mais que triplicaram na terça-feira depois que a empresa anunciou que recebeu um empréstimo de US$ 765 milhões da Defense Production Act loan - para abrir fábricas de produção farmacêutica nos Estados Unidos, e dispararam 318% a mais na quarta-feira.

A outrora grande empresa de fotografia, que começou a semana valendo menos de US$ 100 milhões em valor de mercado, agora vale aproximadamente US$ 1,5 bilhão.

No S&P 500, todos os 11 setores terminaram em alta.

Os setores líderes foram: Energia + 2,15%, Finanças + 2,02% e Imóveis + 1,89%.

Os retardatários foram: Bens de consumo + 0,17%, Utilitários + 0,45% e Serviços de Comunicação + 0,80%.

O petróleo ganhou 0,51% com um rebaixamento maior que o esperado nos estoques de petróleo dos EUA.

O ouro + 0,91% aumentou com a fraqueza do dólar.

O Bitcoin + 1,77% saltou, pois o Federal Reserve indicou que não mudará o ritmo das compras de ativos.

Amanhã, saem os relatórios de ganhos da Apple (AAPL), Amazon (AMZN), Facebook (FB) e Alfabeto (GOOGL).


Tenham uma ótima noite!


Mulher Capital

0 comentário